• Maracá Karajá de Cabaça
  • Maracá Karajá de Cabaça
  • Maracá Karajá de Cabaça

Maracá Karajá de Cabaça

R$ 60,00

Materias-Primas: Cabaça e caixeta (madeira)

Dimensões em cm (altura x largura):

 

Localização

Localização Ticuna

 

A Etnia Karajá

Habitantes seculares das margens do rio Araguaia nos estados de Goiás, Tocantins e Mato Grosso, os Karajá (ou Iny, como se auto-designam) têm uma longa convivência com a Sociedade Nacional, o que, no entanto, não os impediu de manter costumes tradicionais do grupo como: a língua nativa, as bonecas de cerâmica, as pescarias familiares, os rituais como a Festa de Aruanã e da Casa Grande (Hetohoky), os enfeites plumários, a cestaria e artesanato em madeira e as pinturas corporais.

 

Casa de Cultura Karajá

A Casa de Cultura Karajá, criada em 2002 pela lideranças indígenas Karajá e Tapirapé, tem o objetivo de gerar de renda aos indígenas através da venda direta de artesanatos, posicionando seus produtos no mercado consumidor por preços justos. As aldeias Karajá que fazem parte da associação administrada por Cleivan Myxiwetoro Karajá são: Lago Grande, Itxala, Hãwalora, Teribre, Krehãwa (MT), e Kutaria, Macaúba, Ibutuna, São João, Fontoura, Axiwe, Kuriawa, Santa Isabel do Morro, Wyrebia, JK, Watau, Nova Tytemã, e Mirindiba (TO).



Fontes e Bibliografia

Instituto Socioambiental / ISA)

Whan, Chang. Iny: Karajá. Rio de Janeiro: Museu do Índio – FUNAI, 2012.